AS TÉCNICAS PROJETIVAS EM ESTUDOS SOBRE A CONSUMER CULTURE THEORY - CCT

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5020/2318-0722.2018.5629

Resumo

Existe uma diversidade de métodos de pesquisa empregados nos estudos do Marketing, incluindo àqueles que discorrem sobre a Consumer Culture Theory – CCT, oriundos de diversos campos, como a Sociologia, Antropologia e Psicologia. O objetivo deste ensaio teórico é refletir sobre o uso das Técnicas Projetivas em pesquisas qualitativas nacionais do Marketing, em especial, contribuições metodológicas à CCT. Para tanto, na fase inicial, discorre-se sobre a trajetória das Técnicas Projetivas, da Psicologia à Administração, seguindo com a descrição de alguns tipos de testes projetivos e findando com as contribuições dessas aos estudos da CCT. Nesta etapa, para fortalecer os argumentos, apresentam-se trabalhos da Administração que adotaram tais técnicas como instrumento de coleta de dados, bem como apontam-se sugestões para novas investigações. Como principais contribuições, observa-se que os testes projetivos por acadêmicos do marketing são subutilizados; bem como reúnem-se proposições para maximizar o seu uso em trabalhos futuros, alinhadas com as discussões contemporâneas da CCT, como a Assemblage Theory.

Biografia do Autor

Gustavo Tomaz de Almeida, Nota: já foi cadastrado para avaliação na RCA Doutorando em Administração.

Doutorando em Administração - PUC Minas Professor efetivo na Universidade do Estado de Minas Gerais

Downloads

Publicado

29.06.2018

Como Citar

ALMEIDA, G. T. de. AS TÉCNICAS PROJETIVAS EM ESTUDOS SOBRE A CONSUMER CULTURE THEORY - CCT. Revista Ciências Administrativas, [S. l.], v. 24, n. 2, 2018. DOI: 10.5020/2318-0722.2018.5629. Disponível em: https://ojs.unifor.br/rca/article/view/5629. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos