Eficiência técnica e produtividade total dos fatores da agricultura dos países da América do Sul: uma análise dos países membros e não membros do Mercosul (Technical efficiency and total factor productivity of agriculture of South American countries: an analysis of the member states and non members of Mercosur)

Autores

  • Gabriel Alves de Sampaio Morais Universidade Federal de Viçosa - MG
  • Edward Martins Costa
  • Jair Andrade Araujo
  • Francisco José Silva Tabosa
  • Rayssa Alexandre Costa

DOI:

https://doi.org/10.5020/2318-0722.22.2.396-422

Resumo

Este trabalho analisa a Produtividade Total dos Fatores (FTP) e a evolução da eficiência técnica dos produtos agrícolas para os países da América do Sul no período entre 1991 e 2010, coincidindo, assim, com a formação do MERCOSUL (Mercado Comum do Sul). Faz-se também uma comparação do desempenho dos países do MERCOSUL com o restante dos países sul-americanos. Para isso, estimou-se uma Fronteira de Produção Estocástica e, em seguida, calculou-se o Índice de Malmquist, que capta a decomposição da produtividade total dos fatores. Os resultados mostraram que a formação da área de livre comércio não foi suficiente para que esse grupo de países obtivesse maior desempenho em relação aos países não-membros do MERCOSUL. Destaca-se, ainda, que o Brasil foi o único país a obter ganhos de produtividade (7,13%). Palavras-chave: Produtividade Total dos Fatores. MERCOSUL. Índice de Malmquist.

Biografia do Autor

Gabriel Alves de Sampaio Morais, Universidade Federal de Viçosa - MG

Centro de Ciências Agrárias/Departamento de Economia Rural/Doutorado em Economia Aplicada

Downloads

Publicado

20.07.2016

Como Citar

MORAIS, G. A. de S.; COSTA, E. M.; ARAUJO, J. A.; TABOSA, F. J. S.; COSTA, R. A. Eficiência técnica e produtividade total dos fatores da agricultura dos países da América do Sul: uma análise dos países membros e não membros do Mercosul (Technical efficiency and total factor productivity of agriculture of South American countries: an analysis of the member states and non members of Mercosur). Revista Ciências Administrativas, [S. l.], v. 22, n. 2, p. 396–422, 2016. DOI: 10.5020/2318-0722.22.2.396-422. Disponível em: https://ojs.unifor.br/rca/article/view/4054. Acesso em: 31 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos