Análise dos benefícios X desempenho do programa microempreendedor individual no Nordeste do Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5020/2318-0722.2020.8605

Resumo

O presente artigo se propôs a mapear e analisar os fatores que melhor descrevem e explicam o desempenho dos microempreendedores no Nordeste do Brasil, após sua formalização no mercado pelo Programa Microempreendedor Individual. Trata-se de uma pesquisa quantitativa de campo com método de pesquisa survey de propósito descritivo e corte-transversal. Utilizou-se uma amostra intencional, não probabilística e por julgamento de microempreendedores individuais do município de Natal/RN. Os dados foram coletados por meio de questionários e tratados por modelagem de equações estruturais. Os resultados apontaram que o desempenho dos microempreendedores após sua formalização no mercado é explicado pelos benefícios acessados, ou seja, pelo aumento no faturamento do negócio, o aumento na produtividade, pelo melhor acesso a crédito, por melhores condições de preço pago aos fornecedores, melhores condições de preço repassado ao cliente e pelo maior conhecimento dos custos e despesas fixas do negócio; e, os benefícios mais importantes para a explicação do desempenho foram: a redução dos impostos e tributos para a formalização, a possibilidade de vender à prestação com cartão de crédito, de vender produtos e serviços para o governo, possuir uma empresa formal, diminuição da burocracia e a facilidade de acesso a serviços bancários e empréstimos.

Biografia do Autor

Jean Gleyson Farias Martins, Liga de Ensino do Rio Grande do Norte - LERGN e Universidade Potiguar - UNP.

Mestre em Administração pela Universidade Potiguar - UNP e especialista em Administração Financeira pela Liga de Ensino do Rio Grande do Norte - LERGN. Graduado em Ciência Contábeis e em Administração pela Universidade Potiguar - UNP. Professor dos cursos de Ciências Contábeis e de Administração do Centro Universitário FACEX – UNIFACEX e da Liga de Ensino do Rio Grande do Norte - LERGN.

Rodrigo José Guerra Leone, Universidade Potiguar - UNP.

Doutorado em Engenharia de Sistemas e Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, Mestrado em Matemática pela Universidade Federal da Paraíba - UFPB, especialização em Administracao Financeira pela Fundação Getúlio Vargas - FGV e bacharelado em Matemática pela Universidade Federal da Paraíba - UFPB. Professor do Mestrado e Doutorado em Administração da Universidade Potiguar - UNP.

Walid Abbas El-Aouar, Universidade Potiguar - UNP.

Doutorado em Administração, Mestrado em Administração e Graduação em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN. Professor do Mestrado e Doutorado em Administração da Universidade Potiguar - UNP.

Ahiram Brunni Cartaxo de Castro, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN, RN) e Universidade Potiguar (UNP, RN).

Doutorando em Administração e Mestre em Administração pela Universidade Potiguar (UNP, RN), especialista em Extensão Rural para o Desenvolvimento Sustentável pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA, RN) e em Gestão de Pessoas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN, RN). Graduado em Administração pela Universidade Potiguar (UNP, RN). Administrador no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN, RN).

Jizabely de Araujo Atanasio, Faculdade Uninassau.

Especialista em Gestão Financeira e Controladoria pela Faculdade Estácio Natal. Graduada em Administração pela Faculdade Câmara Cascudo. Professora da Faculdade Uninassau.

Downloads

Publicado

20.01.2020

Como Citar

MARTINS, J. G. F.; LEONE, R. J. G.; EL-AOUAR, W. A.; CASTRO, A. B. C. de; ATANASIO, J. de A. Análise dos benefícios X desempenho do programa microempreendedor individual no Nordeste do Brasil. Revista Ciências Administrativas, [S. l.], v. 26, 2020. DOI: 10.5020/2318-0722.2020.8605. Disponível em: https://ojs.unifor.br/rca/article/view/8605. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos