Indicadores financeiros e não-financeiros e a qualidade da educação superior das universidades federais brasileiras

Autores

  • Kleber Morais de Sousa Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • Antônio André Cunha Callado Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

DOI:

https://doi.org/10.5020/2318-0722.2019.8385

Resumo

Esta pesquisa teve por objetivo investigar a relação dos indicadores financeiros e não-financeiros com a qualidade do ensino superior das universidades federais brasileiras. A pesquisa foi realizada por meio de levantamento documental dos indicadores de desempenho definidos pelo Tribunal de Contas da União na decisão n. 408/2002 mensurado por 50 universidades brasileiras no ano de 2015. Os indicadores de qualidade foram obtidos nas três avaliações realizadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP): Índice Geral de Cursos (IGC); Conceito Preliminar de Curso (CPC); e Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). O tratamento dos dados foi realizado por meio de análise de correlação e teste de Spearman para obtenção das conclusões do estudo. Os principais resultados evidenciam a qualificação dos professores, o fortalecimento dos programas de pós-graduação e o volume de recursos gastos por aluno estão positivamente e estatisticamente correlacionados com maiores indicadores de qualidade das universidades federais brasileiras.

Biografia do Autor

Kleber Morais de Sousa, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Doutorando em Ciências Contábeis pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) Professor Assistente da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Antônio André Cunha Callado, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Professor Titular da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Downloads

Publicado

23.10.2019

Como Citar

SOUSA, K. M. de; CALLADO, A. A. C. Indicadores financeiros e não-financeiros e a qualidade da educação superior das universidades federais brasileiras. Revista Ciências Administrativas, [S. l.], v. 25, n. 2, 2019. DOI: 10.5020/2318-0722.2019.8385. Disponível em: https://ojs.unifor.br/rca/article/view/8385. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos