Traços culturais de pequenas empresas do setor madeireiro

Autores

  • Denise Del Prá Netto Machado UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU/FURB
  • Carlos Eduardo Carvalho UNIVERSIDADE DO CONTESTADO

DOI:

https://doi.org/10.5020/2318-0722.12.1.%25p

Resumo

A cultura organizacional tem sido tema de estudos acadêmicos desde a década de 1980. Porém, poucos estudos brasileiros procuram identificar semelhanças em aspectos culturais entre empresas de um setor específico. Esta pesquisa, efetuada junto às indústrias madeireiras da região de Curitibanos, objetivou identificar traços culturais relacionados às dimensões, de ênfase no futuro ou no presente, e de pessoalidade ou impessoalidade, na percepção dos líderes destas empresas. Trata-se de pesquisa quantitativa, descritiva, e exploratória, realizada sob a forma de um levantamento de corte transversal, e respondido por 67 líderes empresariais. Os resultados apontam para uma cultura organizacional relativamente homogênea, com fortes traços de ênfase no presente, e de pessoalidade. Encontrou-se também uma relativa independência da cultura organizacional, permitindo afirmar que a cultura organizacional depende mais da própria cultura regional do que dos produtos e do faturamento das empresas, bem como da idade, escolaridade, gênero, tempo de empresa, renda e cargo

Biografia do Autor

Denise Del Prá Netto Machado, UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU/FURB

Professora do Departamento de Administração e do Programa de Pós-Graduação em Administração. Doutora em Administração de Empresas pela FGV-EAESP.

Carlos Eduardo Carvalho, UNIVERSIDADE DO CONTESTADO

Professor de Administração. Mestre.

Downloads

Como Citar

MACHADO, D. D. P. N.; CARVALHO, C. E. Traços culturais de pequenas empresas do setor madeireiro. Revista Ciências Administrativas, [S. l.], v. 12, n. 1, 2009. DOI: 10.5020/2318-0722.12.1.%p. Disponível em: https://ojs.unifor.br/rca/article/view/371. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos