Práticas de contabilidade interorganizacional em indústrias de médio e grande porte instaladas na região metropolitana de Recife

Autores

  • Leandro da Costa Lopes
  • Juliana Matos de Meira
  • Jeronymo José Libonati
  • Aldemara Araújo dos Santos
  • Aldo Leonardo Cunha Callado

Resumo

O objetivo deste estudo foi verificar quais práticas de Contabilidade Interorganizacional estão sendo adotas pelas indústrias de médio e grande porte da Região Metropolitana do Recife. A Contabilidade Interorganizacional, que trata do compartilhamento de informações gerenciais entre empresas, é uma prática gerencial nova e ainda pouco explorada no ambiente das Ciências Contábeis. Sua origem remonta aos anos 1990, quando as empresas, dentre outras práticas, passaram a se relacionar com as demais empresas que fazem parte da mesma cadeia de suprimentos, com o objetivo de alcançar a vantagem competitiva de forma conjunta. A metodologia adotada neste estudo caracteriza-se como exploratória, com a realização de um survey através da aplicação de um instrumento de coleta de dados elaborado a partir da revisão de pesquisas anteriores. O questionário foi aplicado a uma amostra de 55 indústrias e abordou a prática de Contabilidade Interorganizacional sob duas perspectivas: a primeira, com clientes; a segunda, com fornecedores e operadores logísticos. Os principais resultados encontrados revelam que o principal tipo de informação compartilhada, tanto com clientes quanto com fornecedores e operadores logísticos, é a previsão de demandas, e que as informações gerenciais de cunho financeiro são as menos compartilhadas entre as empresas. DOI: 10.5020/2318-0722.2014.v20n2p664

Downloads

Publicado

15.05.2015

Como Citar

LOPES, L. da C.; DE MEIRA, J. M.; LIBONATI, J. J.; DOS SANTOS, A. A.; CUNHA CALLADO, A. L. Práticas de contabilidade interorganizacional em indústrias de médio e grande porte instaladas na região metropolitana de Recife. Revista Ciências Administrativas, [S. l.], v. 20, n. 2, 2015. Disponível em: https://ojs.unifor.br/rca/article/view/3664. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos