Relações em curto e longo prazo na indústria do Nordeste brasileiro (Short and long-term relations of the industry in the Northeastern Region of Brazil)

Autores

  • Elano Ferreira Arruda Universidade Federal do Ceará
  • Valdano Carvalho Damasceno Universidade Federal do Ceará

Resumo

O estudo analisa as relações em curto e longo prazo da indústria do Nordeste brasileiro utilizando dados mensais entre janeiro de 1995 e julho de 2013 e vetores de correção de erros (VEC). As elasticidades em longo prazo indicam que aumentos da ordem de 1% na produção industrial do estado da Bahia repercutem de forma positiva em 1,56% e 1,75% sobre os estados de Pernambuco e Ceará, respectivamente. Majorando-se em 1% a atividade industrial cearense, observam se repercussões positivas na Bahia, 0,57%, e negativas em 0,89% sobre o estado de Pernambuco. Nas mesmas condições, se o aumento ocorrer em Pernambuco, observa-se uma retração de 1,12% na indústria cearense e uma expansão de 0,64% na dinâmica industrial da Bahia. Portanto, o estado da Bahia parece produzir maiores efeitos de aglomeração para a região Nordeste, enquanto que Ceará e Pernambuco parecem rivalizar entre si. Em suma, as políticas industriais do Nordeste brasileiro. devem considerar as evidências apresentadas nesse estudo de modo a minimizar os efeitos de rivalidade e potencializar as ações de espraiamento dentro da região, maximizando, assim, os ganhos de aglomeração e de localização geográfica para atenuar os efeitos das desigualdades regionais existentes no Brasil. DOI: 10.5020/2318-0722.2015.v21n1p184

Biografia do Autor

Elano Ferreira Arruda, Universidade Federal do Ceará

Doutor em Economia. Professor do Departamento de Economia Aplicada e Pesquisador do Programa de Pós-graduação em Economia, CAEN/UFC

Valdano Carvalho Damasceno, Universidade Federal do Ceará

Bacharel em Economia. Universidade Federal do Ceará

Downloads

Publicado

01.10.2015

Como Citar

ARRUDA, E. F.; DAMASCENO, V. C. Relações em curto e longo prazo na indústria do Nordeste brasileiro (Short and long-term relations of the industry in the Northeastern Region of Brazil). Revista Ciências Administrativas, [S. l.], v. 21, n. 1, 2015. Disponível em: https://ojs.unifor.br/rca/article/view/3649. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos