Gastos públicos e crescimento econômico: evidências da economia do estado do Ceará

Autores

  • Jair Andrade de Araujo
  • Vitor Borges Monteiro
  • Gabriel Alves de Sampaio Morais

Resumo

O artigo tem o intuito de explanar a relação entre os gastos públicos com o crescimento econômico, trazendo uma revisão da literatura e uma análise da influência de algumas despesas sobre o crescimento econômico nos municípios cearenses. As despesas são com: saúde e saneamento, urbanismo e habitação, custeio de pessoal e legislativo. O capital físico e humano dos municípios cearenses são incorporados. Para essa análise, utiliza-se uma amostra de 122 dos 184 municípios cearenses, no período de 2002 a 2009, em uma abordagem dinâmica de acordo com Arellano e Bond (1991). Como modelo teórico, adotou-se uma extensão da função de produção de Barro (1990), cujo objetivo é justamente tentar encontrar, para os municípios cearenses, quais tipos de gastos estariam influenciando seu crescimento econômico. Conclui-se que os incrementos em capital físico e humano têm contribuído para elevar o crescimento nos municípios cearenses. Ressalta-se que o impacto do capital humano é maior do que o obtido via crescimento do capital físico. Dessa forma, políticas públicas direcionadas ao aumento da educação apresentam maiores impactos no aumento do produto do que aquelas que influenciam apenas o crescimento do produto com elevação do capital físico. Os gastos com saúde, saneamento e legislativos não apresentam relação com o produto. Já as despesas com urbanismo, habitação e custeio com pessoal apresentaram impacto positivo sobre o PIB per capita. DOI: 10.5020/2318-0722.2014.v20n1p11

Downloads

Publicado

05.01.2015

Como Citar

DE ARAUJO, J. A.; MONTEIRO, V. B.; DE SAMPAIO MORAIS, G. A. Gastos públicos e crescimento econômico: evidências da economia do estado do Ceará. Revista Ciências Administrativas, [S. l.], v. 20, n. 1, 2015. Disponível em: https://ojs.unifor.br/rca/article/view/3396. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos