SGA e modelo de gestão: um estudo da ISO 14000 à luz do GECON

Autores

  • Maria Graça Oliveira Carlos Universidade de Fortaleza
  • Rosa Maria Munguba Bezerra Universidade de Fortaleza
  • Danielle Batista Coimbra Universidade de Fortaleza

DOI:

https://doi.org/10.5020/2318-0722.10.1.%25p

Resumo

Este artigo questiona se o sistema de gestão ambiental da série ISO 14000 é passível de ser implementado em organizações que adotam o modelo de gestão econômica. Desse modo, a pesquisa tem como objetivo analisar a NBR ISO 14001 à luz do Modelo de Gestão Econômica - GECON, verificando a compatibilidade do sistema de gestão ambiental com os princípios do modelo de gestão econômica. A pesquisa faz um ensaio teórico descritivo e qualitativo. Para tanto, procedeu-se a revisão da literatura, baseada na coleta de dados secundários a fontes documentais e bibliográficas. A base teórica considera o modelo conceitual de gestão econômica de Catelli et alii (2001), os princípios que caracterizam um modelo de gestão estabelecido nas pesquisas empíricas da FIPECAFI/FEA/USP e a NBR ISO 14001 (1996). Os resultados preliminares evidenciam compatibilidade entre a ISO 14000 e o modelo de gestão econômica em quase todos os princípios analisados, exceto no critério de avaliação de desempenho. Verificou-se que as diferenças observadas entre os modelos não se mostram irreconciliáveis, mas passíveis de compatibilização, porque o objetivo da gestão ambiental agrega riqueza e satisfaz o objetivo da gestão econômica, agregando a visão da sustentabilidade

Biografia do Autor

Maria Graça Oliveira Carlos, Universidade de Fortaleza

Mestre em Administração de Empresas - UNIFOR - Universidade de Fortaleza

Rosa Maria Munguba Bezerra, Universidade de Fortaleza

Mestre em Administração de Empresas - UNIFOR - Universidade de Fortaleza

Danielle Batista Coimbra, Universidade de Fortaleza

Mestre em Administração de Empresas - UNIFOR - Universidade de Fortaleza

Downloads

Como Citar

CARLOS, M. G. O.; BEZERRA, R. M. M.; COIMBRA, D. B. SGA e modelo de gestão: um estudo da ISO 14000 à luz do GECON. Revista Ciências Administrativas, [S. l.], v. 10, n. 1, 2009. DOI: 10.5020/2318-0722.10.1.%p. Disponível em: https://ojs.unifor.br/rca/article/view/222. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos