RESERVATÓRIOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA, NORDESTE DO BRASIL – influência dos níveis operacionais sobre a salinidade da água e correlações entre parâmetros de qualidade.

Autores

  • Fernando José Araújo da Silva Universidade de Fortaleza
  • Alan Michell Barros Alexandre

Palavras-chave:

Nordeste brasileiro, salinidade, modelagem de qualidade de água.

Resumo

Foi definido um perfil recente dos níveis de acumulação hídrica e da qualidade de água em 7 reservatórios da Região Metropolitana de Fortaleza, Nordeste brasileiro. Os níveis de acumulação de água apresentaram correlações negativas (?= 0,05) com parâmetros de salinidade. A condutividade elétrica apresentou coeficientes de correlação positiva com dureza, Ca2+, Mg2+, Na+, K+, Cl- e sólidos totais. Parâmetros não conservativos também apresentaram correlação positiva, sendo porém menos representativas. Este tipo de análise é importante para o estudo da qualidade da água nos reservatórios da região. A predição de muitos destes parâmetros, principalmente os conservativos, permite definir rapidamente um perfil de qualidade de água.

Downloads

Como Citar

da Silva, F. J. A., & Alexandre, A. M. B. (2009). RESERVATÓRIOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA, NORDESTE DO BRASIL – influência dos níveis operacionais sobre a salinidade da água e correlações entre parâmetros de qualidade. Revista Tecnologia, 24(1). Recuperado de https://ojs.unifor.br/tec/article/view/147

Edição

Seção

Artigos