Modelagem epidemiológica determinística a partir de dados reais da Covid-19 no estado do Pará entre os meses de março e abril de 2020

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5020/23180730.2020.10783

Resumo

Neste trabalho, aplicamos o modelo epidemiológico determinístico SIR clássico (suscetíveis, infectados, recuperados) sem dinâmica vital, o qual foi modelado e solucionado pelo método numérico de Runge-Kutta de 3a ordem, sobre dados reais da Covid-19 no estado do Pará entre os meses março e abril de 2020. Para realizar as simulações computacionais, incluímos o método de Runge-Kutta no ambiente Octave, assim como o modelo determinístico SIR. Os parâmetros do modelo foram determinados a partir dos dados reais da Covid-19. As soluções numéricas dos infectados aproximaram-se aos dados reais, os quais foram adquiridos no site da Secretaria de Saúde do Estado do Pará (Sespa), validando a metodologia acima proposta. A partir das soluções numéricas, foi possível compreender a dinâmica da Covid-19 no estado do Pará. Constatamos que a curva de infectados possui crescimento entre 04 de maio e 08 de junho de 2020, e atinge seu ponto máximo em 11 de junho de 2020, quando a curva de infectados decresce, sendo assintótica para zero a partir do dia 20 de julho de 2020.

Biografia do Autor

Frayzer Lima Almeida, Universidade Federal do Pará

Frayzer Lima de Almeida: Técnico em Mineração pela Escola Técnica Federal do Pará, Bacharel em Matemática, Mestre em Geofísica (Métodos Elétricos e Eletromagnéticos) e Doutorando em Geofísica (Métodos Elétricos e Eletromagnéticos) (tese defendida e aceita em 05/02/2010), pela Universidade Federal do Pará. Atualmente é Prof. Assistente da Faculdade de Matemática do Campus Universitário de Castanhal da Universidade Federal do Pará. Áreas de interesse: Otimização Matemática, Geofísica dos Métodos Elétricos e Eletromagnéticos, Matemática Discreta (Teoria dos Números), Estatística (Análise Multivariada) e Modelagem Epidemiológica Determinística.

Referências

ARAÚJO, A. C. C. Modelação Matemática Epidêmica. 2015. 96 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologia Biomédica) - Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão, Bragança/SP, 2015.

BARROSO, L. C.; BARROSO, M. M. A.; FILHO, F. F. C.; CARVALHO, M. L. B.; Maia, M. L. Cálculo Numérico (COM APLICAÇÕES). 2a Ed., Editora Harbra Ltda, São Paulo/SP, 1987.

FCV. FUNDAÇÃO CRISTIANO VARELA. Disponível em: <http://www.fcv.org.br/site/noticia/detalhe/1092>. Acesso em 15/04/2020.

IBGE. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/pa/ananindeua.html e <https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/pa/belem.html>. Acesso em: 14/04/2020.

MS. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Disponível em: < https://coronavirus.saude.gov.br/>. Acesso em: 14/04/2020.

SCHEID, F. Schaum’s outline of theory and problems of numerical analysis. 2a Ed., McGraw-Hill, New York, 1989.

SESPA. SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DO PARÁ. Disponível em: <http://www.saude.pa.gov.br/coronavirus/>. Acesso em: 14/04/2020.

SOARES, A. L. O. Modelagem Alternativa para Sistemas Epidemiológicos. 2010. 98 f. Dissertação (Mestrado em Matemática Aplicada) - Centro de Matemática, Computação e Cognição/UFABC, Santo André/SP, 2010.

ZILL, D. G; CULLEN, M. R. EQUAÇÕES DIFERENCIAIS V. 2. 3a Ed., Pearson Makron Books, São Paulo /SP, 2001.

Downloads

Publicado

2020-06-30

Como Citar

Almeida, F. L. (2020). Modelagem epidemiológica determinística a partir de dados reais da Covid-19 no estado do Pará entre os meses de março e abril de 2020. Revista Tecnologia, 41(1). https://doi.org/10.5020/23180730.2020.10783

Edição

Seção

Artigos