Novos caminhos para a cenografia diante da evolução tecnológica: o teatro e a realidade aumentada

Autores

  • Hortênsia Gadelha Maia Universidade de Fortaleza, Arquitetura de Interiores, Pós-Graduação
  • Euler Sobreira Muniz Universidade de Fortaleza

DOI:

https://doi.org/10.5020/23180730.2018.6706

Resumo

O presente artigo tem como objetivo principal mostrar as mudanças ocorridas na cenografia diante das novas técnicas digitais e as oportunidades que surgem a partir delas. Em menor escala, como objetivos específicos, busca mostrar um breve histórico da cenografia, pouco conhecido pelos arquitetos; assim como pouco ensinado nos cursos de arquitetura. Propõe ainda a requalificação da posição do arquiteto como criador cenográfico numa modernidade onde as novas tecnologias abrem um leque de alternativas para o desenho do espaço. Para estimular a discussão sobre a cenografia e o uso dos novos meios digitais foi feita uma análise histórica e uma busca do estado da arte da cenografia. Por meio de estudos de casos é possível observar a influência dos novos meios digitais sobre a cenografia teatral e as possibilidades de alterar o espaço e o enredo da história. Ao estudar a dinâmica de projetar as cenas, é fundamental o extenso trabalho colaborativo de diferentes profissionais. Conclui-se que a cenografia foi na antiguidade e é ainda hoje uma arte coletiva, feita por muitos, onde se ajuntam conhecimentos diferentes para criar uma ambiência efêmera e tocante em cada nova cena. A cenografia possui inúmeras perspectivas para se desenvolver diante de uma sociedade moderna, digital, da informação e do conhecimento.

Biografia do Autor

Hortênsia Gadelha Maia, Universidade de Fortaleza, Arquitetura de Interiores, Pós-Graduação

Arquiteta Urbanista formada pela Universidade Federal do Ceará (UFC) em 2013.2 com graduação sanduíche no Institut National des Sciences Appliquées de Strasbourg (INSA) (2011-2012). Possui especialização em Arquitetura de Interiores na Universidade de Fortaleza (Unifor) concluída em 2017.

Euler Sobreira Muniz, Universidade de Fortaleza

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Ceará, mestrado em Engenharia Civil com área de concentração em Edificações pela Universidade Federal do Ceará e doutorado em Periferias, Sustentabilidade e Vitalidade Urbana pela Universidade Politécnica de Madri. Atualmente é professor adjunto e Assessor de Planejamento Curricular da Vice-Reitoria de Ensino de Graduação da Universidade de Fortaleza, conselheiro do Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural (Ceará) e do Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo; além de fazer parte da Diretoria da Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura e Urbanismo, ser avaliador do Sistema de Acreditação de carreiras universitárias para o reconhecimento regional da qualidade acadêmica de suas respectivas titulações no Mercosul e países associados e avaliador de curso de graduação na área de Arquitetura e Urbanismo do Ministério de Educação.

Downloads

Publicado

2018-06-29

Como Citar

Maia, H. G., & Muniz, E. S. (2018). Novos caminhos para a cenografia diante da evolução tecnológica: o teatro e a realidade aumentada. Revista Tecnologia, 39(1), 1–14. https://doi.org/10.5020/23180730.2018.6706

Edição

Seção

Artigos