Simulação da geração de escoamento em máximos absolutos de precipitação com uso de telhado verde

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5020/23180730.2021.11551

Resumo

A abordagem tradicional dada ao sistema de drenagem se traduz em obras de grande porte, de custo elevado e que causam transtornos às comunidades, além de transferir essas vazões para pontos mais a jusantes, causando novos transtornos. Tal situação tem impulsionado novas iniciativas que visam conter e/ou atenuar a geração das enchentes no meio urbano, tais como uso de pavimentos permeáveis, construção de reservatórios de retenção chamados de “piscininhas” e utilização de telhados verdes. Diante do exposto, o presente trabalho simula a implantação de sistemas de telhados verdes contínuos de diferentes espessuras de substrato e capacidades de retenção na cobertura do Terminal Rodoviário Governador Luiz Garcia. Considerando os eventos máximos de precipitação registrados em Aracaju/SE, estimou-se o volume de água jogado no sistema de drenagem com uso do telhado convencional, e por fim, estimou-se o volume de água escoado considerando diferentes sistemas de telhado, bem como determinou-se a redução percentual conseguida em cada caso. Os resultados mostraram uma redução do volume de água jogado no sistema de drenagem, variando de 10% para o maior evento de precipitação e menor espessura de substrato, até 100% para sistemas de camada de substrato de maior espessura. Conclui-se que a redução do volume de água jogado na rede de drenagem depende de como a camada de substrato e o uso em larga escala de telhados verdes implicarão em uma redução da vazão máxima, bem como no aumento no seu tempo de ocorrência, o que é benéfico para drenagem urbana, além de reduzir o risco de ocorrência de enchentes ou atenuar seus efeitos frente aos eventos extremos.

Biografia do Autor

Zacarias Caetano Vieira, Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia de Sergipe

Possui graduação em Engenharia Civil (2009) e mestrado em Engenharia Civil e Ambiental (2011) na área de Recursos Hídricos pela Universidade Federal de Campina Grande .Atualmente é Professor Efetivo do IFS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe - Campus Aracaju.

Carlos Gomes da Silva Júnior, Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia de Sergipe

Especialização em MBA Gestão de Projetos (2016), Especialização MBA Gestão Estratégica de Pessoas (2018) e Graduação em Administração de Empresas com Habilitação em Recursos Humanos (2018) pela Faculdade Estácio de Sá (Estácio Sergipe). Técnico em Edificações (2014) e Graduando em Tecnologia em Saneamento Ambiental pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe/IFS - Campus Aracaju.

Dayana Kelly Araújo Santos, Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia de Sergipe

Técnica em Edificações (2018) e Graduanda em Saneamento Ambiental pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe/IFS - Campus Aracaju /IFS

Rayana Almeida de Novais, Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia de Sergipe

Técnica em Edificações (2017) e Graduanda em Engenharia Civil pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe/IFS - Campus Aracaju.

Referências

BRASIL. INSTITUTO NACIONAL DE METEREOLOGIA. Valor Máximo Absoluto da Precipitação Acumulada em 24h (mm). 2019. Disponível em: <http://www.inmet.gov.br>. Acesso em: 22 jun. 2019.

CALIL, V. da S.; BERNARDI, E. C. S.; RIGHES, A. A. Impacto da utilização de telhados verdes no escoamento superficial do Arroio Esperança em Santa Maria – RS. Disciplina rum Scientia.: Série: Naturais e Tecnológicas, Santa Maria, v. 15, n. 1, p.1-16, 2016.

ECOTELHADO (Porto Alegre - Rs). Mais que ideias, soluções verdes. 2017. Disponível em:. Acesso em: 17 ago. 2019.

GONÇALVES, T. de S. Mobilidade e centralidade: uma proposta de intervenção urbana na Praça João XXIII e seu entorno, bairro centro, Aracaju-SE. 2019. 94 f. TCC (Graduação) - Curso de Arquitetura, Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Sergipe, Laranjeiras, 2019.

KORZENIESKI, C. do P. Avaliação da influência do uso de telhados verdes no escoamento superficial em um loteamento de Pelotas-RS. 2016. 61 f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2016.

MASCARENHAS, F. C. B. et al. Drenagem urbana na Bacia do Rio Trapicheiro, Rio de Janeiro/RJ. In: I SEMINÁRIO DE DRENAGEM URBANA DO MERCOSUL - V SEMINÁRIO NACIONAL DE DRENAGEM URBANA, 2001, Porto Alegre. Livro de Resumos. Porto Alegre: ABRH, 2001, p. 111 - 116.

PEREIRA, C. F. J. G.; ALBUQUERQUE, T. M. A; GABRIEL FILHO. Potencial de captação de águas pluviais no Instituto Federal de Sergipe – Campus Aracaju. In: VIII ENCONTRO DE RECURSOS HÍDRICOS DE SERGIPE, 8. 2015, Aracaju. Anais… Aracajú: EMBRAPA, 2015. p.112-116. Disponível em: . Acesso em: 30 maio 2019.

SANTOS, L. R. L. dos; LIMA, J. V. F. de; TIBÚRCIO NETO, L,; ROLEMBERG, R. R.; GONZAGA, G. B. M. Telhado Verde: uma proposta sustentável para construção civil. : Uma proposta sustentável para construção civil. Cadernos de Graduação: Ciências Exatas e Tecnológicas, Alagoas, v. 2, n. 4, p. 195-206, nov. 2017.

SKY GARDEN (São Paulo - SP). Sky Garden Paisagismo Sustentável. 2019. Disponível em: <https://www.skygarden.com.br>. Acesso em: 27 jul. 2019.

TESTON, A. Impacto do aproveitamento de água de chuva na drenagem: estudo de caso de um condomínio horizontal em Curitiba/PR. 2015. 141 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-graduação em Engenharia Civil, Diretoria de Pesquisa e Pós-graduação, Universidade Tecnológica do Paraná, Curitiba, 2015.

VIEIRA, C.; ALMEIDA, K. S.; ALBUQUERQUE, E. F. de. Influência de telhado verde pré-moldados na redução e retardo do escoamento em precipitações intensas. In: I CONGRESSO INTERNACIONAL DE MEIO AMBIENTE E SOCIEDADE, 1., 2019, Campina Grande. Anais do I CONIMAS. Campina Grande: Realize, 2019. v. 1, p. 1-12. Disponível em: https://editorarealize.com.br/revistas/conidis/anais.php. Acesso em: 15 abr. 2020.

Downloads

Publicado

2022-03-07

Como Citar

Vieira, Z. C., Silva Júnior, C. G. da, Araújo Santos, D. K., & de Novais, R. A. (2022). Simulação da geração de escoamento em máximos absolutos de precipitação com uso de telhado verde. Revista Tecnologia, 42(1), 12. https://doi.org/10.5020/23180730.2021.11551

Edição

Seção

Artigos