Produção de Sentidos sobre a Militância Política de Mulheres Vinculadas ao MST

Autores

  • Antonimária Bandeira de Freitas Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Jáder Ferreira Leite Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.5020/23590777.16.1.181-190

Palavras-chave:

produção de sentidos, gênero, militância política, MST

Resumo

O presente estudo objetivou investigar, por meio do aporte teórico do Construcionismo social, a produção de sentidos sobre a militância política de mulheres vinculadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) no Rio Grande do Norte. Participaram do estudo seis mulheres que ocupavam as funções de coordenação estadual nas regiões de atuação do movimento. Utilizamos a entrevista semiestruturada como instrumento de produção de dados. As entrevistas foram analisadas a partir de uma categorização inicial do material e da construção de mapas de associação de ideias. Os sentidos em torno da militância política - produzidos nas associações por meio das expressões contribuição, esperança, reconhecimento, transformação, conscientização e luta – vinculam-se ao investimento coletivo de luta, não só pelo acesso à terra, mas por conquista de direitos sociais. Para o exercício de tal luta, o processo de formação política no MST empreende um importante papel, ao produzir repertórios articulados a uma identidade coletiva que, por sua vez, passa a ser vivida pelas mulheres no cotidiano das ações de militância. Os efeitos da militância na vida das participantes do estudo assinalam permanências e rupturas em relação ao papel feminino no âmbito familiar, seja na reprodução de um lugar socialmente designado às mulheres de cuidado da casa e da família, seja no questionamento desse lugar ao vivenciar graus de participação nas decisões familiares e de fomento à participação política, ao se inserirem em instâncias de representação política e institucional.

Downloads

Publicado

20.01.2017

Como Citar

Oliveira, A. B. de F., & Leite, J. F. (2017). Produção de Sentidos sobre a Militância Política de Mulheres Vinculadas ao MST. Revista Subjetividades, 16(1), 181–190. https://doi.org/10.5020/23590777.16.1.181-190

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)