Avaliação de Ansiedade Infanto-juvenil e sua Relação com o Clima Familiar e Escolar

Autores

  • Mariana Valadares de Macedo Santana UNIFOR
  • Elder Cerqueira-Santos Universidade Federal de Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.5020/23590777.14.1.141-151

Palavras-chave:

Ansiedade, Clima Familiar, Clima Escolar, Avaliação.

Resumo

A ansiedade é um dos transtornos com maior incidência no público infanto-juvenil, podendo causar significativos prejuízos ao funcionamento do sujeito. Para essas duas faixas etárias, a família e a escola se apresentam como os principais meios sociais, o que sugere um papel significativo no seu desenvolvimento e bem-estar. Sendo assim, esse trabalho buscou avaliar os níveis de ansiedade de crianças e adolescentes e conhecer sua relação com o clima familiar e escolar em que estavam inseridos. Fizeram parte 62 alunos de uma escolar particular de Aracaju que responderam a SCAS-Brasil e duas escalas de percepção dos climas escolar e familiar. Foram encontradas altas médias para clima familiar (M = 60,00; DP =11,73) e para clima escolar (M=34,80, DP = 5,20). Contrariando a expectativa do estudo, não houve relação estatística entre clima familiar e ansiedade dos sujeitos (r = 0,018; p = 0,45), existindo somente entre clima escolar e ansiedade (r = -0,337; p= 0,01). Devido a pouca literatura existente no Brasil que associa estes três fatores, espera-se que este estudo contribua para o conhecimento e auxilie novos delineamentos de pesquisa. Palavras-chave: Ansiedade, Clima Familiar, Clima Escolar, Avaliação.

Downloads

Publicado

08.12.2014

Como Citar

Santana, M. V. de M., & Cerqueira-Santos, E. (2014). Avaliação de Ansiedade Infanto-juvenil e sua Relação com o Clima Familiar e Escolar. Revista Subjetividades, 14(1), 141–151. https://doi.org/10.5020/23590777.14.1.141-151

Edição

Seção

Artigos